HOTWORDS

Arquivo do blog

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Science Planet. Tecnologia do Blogger.

Fashion

Technology

Fashion

Archive

Editors Picks

Follow us

Pesquisadores da NASA trabalham em sistema de propulsão a laser para chegar a Marte em 3 dias



A exploração do espaço já é uma realidade, mas agora a NASA está elevando o nível das pesquisas para estabelecer viagens interestelares. Os cientistas estão lutando para acelerar a velocidade das naves espaciais.

Com a tecnologia atual, estima-se que o homem demoraria em torno de cinco meses para chegar a Marte, mas o cientista da NASA Philip Lubin está trabalhando em um sistema de lasers que seria capaz de colocar uma nave espacial em apenas três dias no Planeta Vermelho.

O sistema fotônico de propulsão conta com o impulso de fótons, que são partículas de luz. Lubin explica que a tecnologia pode ser facilmente ampliada e deve estar disponível para testes em pouco tempo.

Contudo, esse tipo de aceleração requer uma grande quantidade de equipamentos, como um anel de supercondutores. O grande desafio agora é desenvolver esse sistema em uma escala compatível com o tamanho necessário para viagens do homem ao espaço.

Nesta nova tecnologia, os fótons trabalham para impulsionar a nave espacial por meio da energia. É possível gerar impulso suficiente para acelerar gradualmente a nave espacial.

A equipe da NASA ainda não experimentou o sistema, mas seus cálculos mostram que a propulsão fotônica poderia resultar em um ofício robótico de 100 kg que poderia chegar a Marte em apenas três dias. Para naves com capacidade de transportar tripulações humanas, o tempo de viagem seria de aproximadamente um mês, um quinto do tempo que leva o Sistema de Lançamento Espacial (SLS) com o foguete mais poderoso do mundo.

Veja o vídeo:


O verdadeiro benefício da propulsão fotônica seria levar o homem para fora do Sistema Solar e para estrelas vizinhas em um curto espaço de tempo. Atualmente, o sistema não é projetado para mandar seres humanos em distâncias interestelares, mas sim robôs bem equipados para missões de pesquisa e envio da inteligência artificial para sistemas solares distantes.
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Postagens em Destaque