HOTWORDS

Arquivo do blog

Theme Support

Unordered List

Recent Posts

Science Planet. Tecnologia do Blogger.

Fashion

Technology

Fashion

Archive

Editors Picks

Follow us

CIA mostrou grande interesse em intensa atividade de OVNIs nos Himalaias

Recentemente, a CIA disponibilizou ao público aproximadamente 13 milhões de páginas de documentos anteriormente secretos. Entre eles um entusiasta de OVNIs pode encontrar mais de 1.700 casos para estudar, mas ele acha que esse número é muito baixo; porém esta é outra história.

A história de hoje está centrada em vários casos de avistamentos de OVNIs e encontros que ocorreram nas montanhas do Himalaia, em 1968.  Naquele ano, luzes misteriosas se movendo rapidamente foram reportadas no Nepal, Butão e em várias regiões da Índia.

Os arquivos da CIA contêm um breve resumo dos eventos e podem ser vistos no site da agência.
Às 21 horas do dia 19 de fevereiro, um objeto alongado e aparentemente supersônico foi visto ao cruzar o céu sobre o nordeste do Nepal, indo em direção à província indiana de Siquim. À medida que ele se movia, o objeto emitia raios de luz verde e vermelha. Estava escrito o seguinte no arquivo:
Um objeto longo e fino, emitindo luz verde e vermelha, tão brilhante como a luz do dia. Som de trovão escutado após alguns segundos do avistamento do objeto.
atividade de OVNIs nos Himalaias
Dois dias mais tarde, a CIA investigaria outro avistamento, desta vez em Timpu, a capital do Butão. Um objeto azulado foi reportado se movendo silenciosamente numa trajetória leste a oeste. Mas o relatório concluiu que o OVNI poderia estar vindo da direção do Tibete.
Então, em 04 de março de 1968, um par de OVNIs emergiu da passagem Chang La, voando sobre a base da Força Aérea Indiana em Fukche.
Uma luz branca foi vista e simultaneamente dois sons de explosão foram escutados. Também, uma luz avermelhada seguida por uma fumaça branca.
O relatório declarou que ela exibiu as particularidades dos “objetos brilhantes visto sobre o sul de Ladakh, nordeste do Nepal, norte de Siquim e oeste do Butão, assim ficou concordado que estes objetos se comportavam de maneiras similares. Mas isto significaria que estes OVNIs pertenciam à mesma entidade ou grupo de entidades?
Bem, se pertencessem, o tal grupo opera a partir de uma base secreta na região. E de acordo com uma teoria popular sobre OVNIs, tal base existe nas vizinhanças de Kongka La, uma passagem na montanha localizada numa fronteira disputada entre a China e a Índia.
Monges de vários monastérios da região alegam que suas ordens têm sabido por muito tempo a respeito das misteriosas luzes e que eles as descrevem como sendo “inteligentes”.
Em termos de cultura, os Himalaias são muito ricos. Talvez seja por isso que os oficiais nazistas com uma queda pelo oculto ordenaram os Ahnenerbes a procurarem na Índia, Nepal e outras nações do Himalaia por artefatos com poderes ocultos. E culturalmente falando, eles tinham boas razoes para isto.
A mitologia sânscrita é repleta de descrições de armamentos incrivelmente poderosos e máquinas voadoras com capacidades interestelares. Desde vimanas até vajras, a região do Himalaia parece ter sido o lar de uma sociedade tecnologicamente avançada no passado.  Nesse contexto, uma base escondida de OVNIs ainda abrigando uma nave poderia constituir uma aquisição tentadora. As disputas que ocorrem ao longo daquele trecho de fronteira sino-indiano parecem confirmar a presença de um bem valioso próximo.
Voltando aos casos dos arquivos liberados pela CIA, devemos apontar que o incidente mais estranho registrado pela agência ocorreu em 25 de março de 1968, no distrito de Kaski, ao noroeste do Nepal. Se o relatório for verídico, esta circunstância levou ao resgate de um disco voador. O relatório diz:
Um enorme objeto metálico em formato de disco, com uma base de 1,8 metros e 1,2 metros de altura foi encontrado numa cratera em Baltichaur, oito quilômetros ao nordeste de Pokhara.
Pobre em detalhes, o relatório fornece um importante detalhe:
Objetos similares foram descobertos em Turepasale e Talakote, duas outras regiões do Nepal.
Assim, parece que este não foi um incidente isolado e a CIA tinha conhecimento de colisões anteriores.
Para a mente curiosa, uma enxurrada de perguntas começam a fluir. O que aconteceu com os OVNIs?  Onde estão eles agora? Eles eram feitos pelo homem ou em outro mundo? Quais foram as consequências do resgate desses OVNIs?
←  Anterior Proxima  → Inicio

0 comentários:

Postar um comentário

Total de visualizações

Destaque da Semana